Tuesday, November 6, 2007

Animals Rights Extremists (2)


Não é a primeira vez na História que a compaixão pelos animais é acompanhada com indiferença pela vida humana. Os nazis, a partir da inspiração de Heirich Himmler, o líder da Gestapo, proporcionou treino especial aos SS sobre o respeito da vida animal em proporções quase budistas.
Os extremistas contemporâneos, foram já bem sucedidos no encerramento de diversas firmas que se dedicavam a fazer crescer animais para fins experimentais. Estas empresas são tão legais como necessárias para a investigação médica. Um destes grupos extremistas atingiu a notoriedade com uma campanha nos finais dos anos 90 ao conseguir encerrar a Huntingdon Life Sciences (HLS). O director foi mesmo agredido com um taco de baseball; os empregados foram expostos a intensa intimidação incluindo ameaças á sua integridade física. Como não conseguiam encerrar a actividade da empresa, começaram a protestar junto aos bancos de investimento e companhias de seguros que trabalhavam com a HLS. Depressa persuadiram estas instituições a retirarem o apoio à HLS. A banca como é avessa a situações de conflito, depressa retirou o financiamento, o que encorajou estes terroristas a acreditar que estavam a ganhar. Os fornecedores e clientes da HLS também foram alvo desta malta, mas ao contrário dos banqueiros, a maioria resistiu à intimidação.

2 comments:

maria said...

Fiquei muito contente por saber que até os nazis tinham algo de bom...pelo menos gostavam de animais irracionais.
já tu (Rui Mig, não é?)nem dos irracionais gostas. Aliás, pareces-me um extremistas contra os extremistas o que faz de ti "O EXTREMISTA".
De qualquer forma vou continuar a espreitar o teu blog para ver as imagens que são fantásticas, e quem sabe, talvez descobrir que tens algum interesse.

rui mig said...

Pelas suas palavras se conclui que a resistência ao nazismo era mais extremista do que o próprio nazismo. Desculpe que lhe diga, mas é melhor pensar duas vezes antes de escrever.