Tuesday, February 1, 2011

Relembremos os Fundamentos da Irmandade Muçulmana...

...Just in case..
Pese a cabotinice optimista de algumas análises jornalisticas, quer gostemos ou não, a Irmandade Muçulmana (IM) vai ter um papel importante no futuro próximo da vida dos egípcios, de Israel e do Ocidente.
Resumidamente, IM Foi fundada em 1928 por um fascista chamado al Banna, com o objectivo de restablecer o esplendor e a dominância islâmica perdida. A imposição da sharia, lei islâmica, é central,
As actividades da IM ultrapassam em muito o simples conceito de partido político extremista baseado no Egipto. De facto, a IM é extremamente activa na Europa e nos USA. Na Europa, uma das suas faces mais destacadas (e muito celebrada pela imprensa dhimmi) é o intelectual Tariq Ramadan (neto de al-Banna). Nos USA, segundo documentos relevados pelo Ministério Público americano em 2007, relativamente ao caso da Holy Land Foundation (que servia para financiar o Hamas), a IM, nas suas próprias palavras, afirmava claramente que se "dedicava a eliminar e a destruir a Civilização Ocidental por dentro e sabotar a sua miserável Casa."

1 comment:

TalibanLP said...

Na primeira crescentada(guerra espiritual baseada no símbolo do crescente), da história os muçulmanos foram total e completamente derrotados.

Não sabiam que esse símbolo era o que mais insultava maomé.

É vê-los a deixarem de o usar o mais rapidamente possível.

E isso notou-se e nota-se nas recentes manifestações.

Já pouco ou nada aparece.
Os muçulmanos ficaram entalados.
Se o usam, continuam a insultar maomé.

Se não, confirmam e provam que andavam enganados.
Os que já sabem, nem piam, tamanho era e é o engano e escândalo.