Sunday, November 22, 2009

Contra-Jihad: Resistir À Islamização E Revitalizar O Ocidente


O Islão está em guerra com o mundo ocidental há 14 séculos, isto é, desde o seu nascimento. Os mulçumanos por todo o mundo consideram-se em guerra com os não-muçulmanos; por isso o Islão refere-se a nós como a Dar al-Harb, a casa da guerra.

As elites ocidentais esqueceram-se, contudo, que esta guerra existe. Continuam a considerar o Islão como uma religião normal, como o cristianismo, o judaismo, o hinduismo ou o budismo. Infortunadamente, o Islão é, acima de tudo uma ideologia política totalitária, coberta por uma religião primitiva do deserto para camuflar a sua verdadeira natureza. Os seus objecticos são, contudo, claros e públicos: impor a lei islâmica sobre todo o ocidente (e ao mundo) e torná-lo parte do Dar al-Islam, a casa da submissão. A teologia islâmica totalmente aceite por todos os países muçulmanos, explicitamente autoriza e requer que o Islão se difunda e espalhe por quaisquer meios necessários, incluindo a violência e o assassínio de massas, num processo que se chama jihad, ou guerra santa.

Como tal, aqueles que se opõem à ideologia totalitária islâmica e à expansão do Islão no Ocidente formaram um coligação denominada Counterjihad (contra-jihad).

E os seus objectivos são:- - - - - - - - -
1.

Resistir à islamização dos países ocidentais eliminando a imigração muçulmana, recusando quaisquer acomodações especiais ao Islão nos nossos espaços e instituições públicos e proibir qualquer tipo de exibicionismo público de práticas islâmicas.
2.

Conter o Islão nas fronteiras existentes e deportar todos os muçulmanos criminosos e todos aqueles que são incapazes ou não queiram de livre vontade assimilar completamente as culturas dos países de adopção.
3.


Acabar com toda a ajuda económica e todas as formas de subsidio às economias dos países muçulmanos.

4.


Desenvolver movimentos cívicos em todos as classes sociais que conduzam à substituição das actuais classes políticas corruptas nos nossos países e eliminar a ideologia do multiculturalismo reinante, que estão a promover a islamização que conduzirá à destruição da nossa Civilização Ocidental.

Este movimento conta nas suas fileiras com cristãos, budistas, judeus, hindus, sikhs, bahai's, ex-muçulmanos, agnósticos e ateus. Vivemos na Argentina, Australia, Austria, Belgica, Bulgaria, Canada, Croatia, Republica Checa, Dinamarca, Finlandia, França, Alemanha, Hungria, India, Irlanda, Israel, Italia, Lituania, Malta, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Russia, Servia, Eslovenia, Espanha, Suécia, Suiça, Reino Unido, e USA.



Nós somos a Contra-Jihad.

3 comments:

Ana Luisa said...

Também quero pertencer a este movimento e participar nesta militância. Que podemos fazer para tal?

C. said...

Testemunhar que o maometano allah existe, é o mal, e que maomé foi o seu mensageiro.
Na prática, uma entidade espiritual revela-se aos humanos através de uma ideologia, e a ideologia daquilo, do maometismo, é pior do que má.
Maomé até disse que foi o seu allah que fez o inferno, que criou satan, que deu permissão a satan e só a satan.
No maometismo, satan, é a única entidade espiritual activa.
Só isto já diz muito daquilo que o maometismo foi e é.
Os eruditos maometanos podem confirmar, dão é depois voltas e mais voltas a justificar.

Nilmar said...

Pode contar conosco!! Precisamos organizar e ampliar esse movimento